domingo, 13 de abril de 2014

As tuas últimas atitudes foram, no mínimo doentias, ao ponto de acordares a meio da noite e ires ao facebook ver há quanto tempo tinha saído de lá. Ao ponto de quereres que eu falasse contigo enquanto estava a tocar, num concerto, ou num ensaio; ao ponto de não saíres com os teus amigos para sairmos juntos, no fundo para eu não ir dormir fora... Parece que te transformas-te do dia para noite, nunca te tinha visto assim, desta forma absurda. E se queres o meu bem como me disseste, afasta-te, para sempre.

15 comentários:

  1. essas atitudes ás vezes irritam,não?
    R: ahahha achas mesmo?

    ResponderEliminar
  2. Pode ser que ele mude, faça alguma coisa por ti.

    ResponderEliminar
  3. Se assim é, espero que o faça e fiques bem.

    ResponderEliminar
  4. R: talvez mude por ti, como aqui em cima já disseram :)

    ResponderEliminar
  5. isso realmente não é positivo, mesmo nao estando enquadrada na situação parece-me algo exagerado

    ResponderEliminar
  6. r: se calhar nao iria dar certo ..

    ResponderEliminar
  7. r: já vi relações não começarem assim mas depois desenvolverem-se coisas dessas, ao ponto de a pessoa estar numa aula e se demorava 10 min a responder ter 20 sms's, acabou por ter o fim que era previsivel ..

    ResponderEliminar
  8. r: é como te disse isso nesses termos parece-me como te está a parecer a ti: doentio e sobretudo parvo. e às vezes as pessoas q estão totalmente de fora conseguem ver mais depressa as coisas do que quem está mais próximo.
    se calhar foi mesmo melhor assim, pelo menos por enquanto ..

    ResponderEliminar
  9. r: entendo, entendo, ha pessoas que conseguem lidar com este tipo de relação, q nao se sentem abafadas ou tras que não , de todo..

    ResponderEliminar